Quarta-feira, 21 de Outubro de 2015

Um fim prematuramente anunciado

 

Quando há uns anos se prognosticou o fim das reservas mundiais de petróleo, ninguém diria que nos dias que correm alguns países teriam excedentes nos seus stocks acima do que seria expectável, consequência de uma oferta maior que a procura. É precisamente isso que está a acontecer nos Estados Unidos, com as suas reservas armazenadas a aumentarem nos últimos tempos e a ficarem muito próximas dos valores mais altos em 80 anos. 

 

tags:
Publicado por Alexandre Guerra às 17:19
link do post | comentar
partilhar
Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2015

E evolução do preço do barril de Brent

 

_81200670_brent_crude_oil_624.gif

 

Publicado por Alexandre Guerra às 13:20
link do post | comentar
partilhar
Domingo, 11 de Agosto de 2013

Inversão

 

O fim anunciado há uns anos da era do petróleo terá sido manifestamente exagerado, pelo menos a julgar pelas notícias dos últimos tempos, que perspectivam uma inversão da tendência das reservas daquele recurso. Por exemplo, o Diplomata lia esta semana na revista Fortune que em Setembro de 2005 os Estados Unidos produziam 4,2 milhões de barris de petróleo por dia. Actualmente, essa mesma produção chega aos 7,1 milhões.

 

Esta inversão de um declínio que já vinha com duas décadas deve-se em parte às novas técnicas de prospecção e de perfuração, as quais têm permitido encontrar novas reservas em campos existentes, tais como o Bakken no Dakota do Norte e o Eagle Ford  no Texas.

 

Publicado por Alexandre Guerra às 16:58
link do post | comentar
partilhar

About

Da autoria de Alexandre Guerra, o blogue O Diplomata foi criado em Fevereiro de 2007, mantendo, desde então, uma actividade regular na blogosfera.

Facebook

O Diplomata

Promote Your Page Too

subscrever feeds

Contacto

maladiplomatica@hotmail.com

tags

todas as tags

pesquisa

arquivos