Segunda-feira, 11 de Junho de 2012

El Salvador aposta no turismo para reconciliar-se com o passado

 

O Cerro de Perquín, zona fustigada durante a guerra civil, no nordeste da região de Morazán, fica próximo do Museo de la Revolución Salvadoreña  

 

El Salvador viveu uma das mais sangrentas guerras civis que assolaram a América Latina nas décadas de 70 e 80. Vinte anos depois de ter terminado, aquele país tenta reconciliar-se com o passado, numa espécie de catarse em que é feita uma abordagem pedagógica e até turística aos locais emblemáticos da revolta guerrilheira contra as forças governamentais. 

 

Mas, num país dilacerado pela guerra civil, onde, apesar de tudo, só passaram 20 anos sobre o final da tragédia, é natural que aquela forma de pacificação espiritual não gere consenso.

 

Publicado por Alexandre Guerra às 21:31
link do post | comentar
partilhar

About

Da autoria de Alexandre Guerra, o blogue O Diplomata foi criado em Fevereiro de 2007, mantendo, desde então, uma actividade regular na blogosfera.

Facebook

O Diplomata

Promote Your Page Too

subscrever feeds

Contacto

maladiplomatica@hotmail.com

tags

todas as tags

pesquisa

arquivos