Terça-feira, 30 de Julho de 2013

O fundo bilionário da BP está quase seco

 

O gigantesco fundo financeiro de 20 mil milhões de dólares criado pela BP com o objectivo de indemnizar todas as pessoas das comunidades piscatórias ao longo do Golfo do México que foram afectadas pelo trágico acidente ambiental ocorrido na plataforma Deepwater Horizon, a 20 de Abril de 2010, e que provocou a morte de 11 trabalhadores e o derrame de 4 milhões de barris de crude, está a esgotar-se.

 

Daquele fundo apenas restam 300 milhões de euros e ainda falta quase um ano até terminar o prazo para as reclamações de eventuais lesados. A BP anunciou, entretanto, que disponibilizou mais 1,4 mil milhões de dólares para dar resposta a outras reclamações legais. E é muito provável que aquela petrolífera seja obrigada a delapidar os lucros futuros para cumprir com as suas obrigações legais.

 

O Diplomata disse no início de todo este processo que a BP, tal como se conhece, poderia estar condenada. Efectivamente, os custos totais em perdas previstos pela companhia estarão acima de uns astronómicos 42 mil milhões de dólares. Nem uma empresa como a BP poderá estar em condições de assegurar tão avultados encargos, sobretudo numa altura em que a empresa enfrenta outros desafios. Como escrevia o Daily Mail, a questão que se coloca é saber onde a BP vai buscar o dinheiro caso os custos continuem a aumentar. 

 

Publicado por Alexandre Guerra às 15:09
link do post | comentar
partilhar

About

Da autoria de Alexandre Guerra, o blogue O Diplomata foi criado em Fevereiro de 2007, mantendo, desde então, uma actividade regular na blogosfera.

Facebook

O Diplomata

Promote Your Page Too

subscrever feeds

Contacto

maladiplomatica@hotmail.com

tags

todas as tags

pesquisa

arquivos