Sábado, 29 de Setembro de 2012

Al-Shabab perde o principal bastião

 

De África é raro virem boas notícias no que diz respeito a operações militares, mas da Somália surgem informações positivas a dar conta de avanços consideráveis no terreno por parte dos soldados quenianos da União Africana (UA) contra posições do movimento islamista al-Shabab. Uma contra-ofensiva que conta com o apoio de forças governamentais somalis e que dura há alguns meses com o objectivo de recuperar parte do território da Somália, sob controlo da al-Shabab.


Nos últimos meses, este movimento perdeu várias cidades importantes, tais como Afmadow, Baidoa e Afgoye. Em Julho último, o Exército somali anunciara a intenção de fazer novas reconquistas. 


Na altura, o Diplomata escreveu que a grande questão era "saber se a operação militar que está em curso é sustentável no tempo em termos de meios logísticos e se terá capacidade para uma acção a médio a longo prazo, porque dificilmente o al-Shabab abdicará tão facilmente dos seus outros bastiões".


Pois esta Sexta-feira os soldados da UA fizeram cair Kismayo, o maior bastião da al-Shabab. De acordo com os relatos, os terroristas daquele movimento ofereceram resistência, mas acabaram por abandonar a cidade, cinco anos depois de a terem tomado.


Apesar destes avanços, parte do território somali ainda continua controlado pelos islamistas.

 

Publicado por Alexandre Guerra às 14:41
link do post
partilhar
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

About

Da autoria de Alexandre Guerra, o blogue O Diplomata foi criado em Fevereiro de 2007, mantendo, desde então, uma actividade regular na blogosfera.

Facebook

O Diplomata

Promote Your Page Too

subscrever feeds

Contacto

maladiplomatica@hotmail.com

tags

todas as tags

pesquisa

arquivos