Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Diplomata

Opinião e Análise de Assuntos Políticos e Relações Internacionais

O Diplomata

Opinião e Análise de Assuntos Políticos e Relações Internacionais

Morreu o artista de Easy Rider, o filme icónico de uma América conturbada

Alexandre Guerra, 29.05.10

 

Dennis Hopper (1936-2010)/Foto:Francine Orr/Los Angeles Times

 

O actor Dennis Hopper morreu este Sábado de manhã, aos 74 anos, na sua casa em Venice, na Califórnia, vítima de um cancro da próstata. Sendo este um espaço de análise aos temas contemporâneos de índole político, social e cultural, o Diplomata não poderia deixar de referir o desaparecimento de Hopper, o principal responsável por um dos poucos filmes saídos da indústria de Hollywood que melhor conseguiu trazer para a tela uma visão poética e ingénua, mas ao mesmo tempo crua e caótica de um determinado período da América.

 

Easy Rider, filme que Hopper realizou e no qual contracenou com Peter Fonda, é o “road movie” por excelência, assumindo um estatuto icónico, e que reflecte de forma muito artística as clivagens entre as diferentes correntes de pensamento e modelos de vivência social em conflito na conturbada América dos anos 60.

 

Easy Rider tornou-se num filme de culto, mas também uma espécie de radiografia cinematográfica à conjuntura social, política e cultural da sociedade americana durante os “Sixties”.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.