Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Diplomata

Opinião e Análise de Assuntos Políticos e Relações Internacionais

O Diplomata

Opinião e Análise de Assuntos Políticos e Relações Internacionais

Washington e Londres voltam a focar atenções na sucursal saudita da al-Qaeda

Alexandre Guerra, 02.01.10

 

Hurayrah Qasim al-Rimi, Said al-Shihri, Nasser al-Wuhayshi e Mohammed al-Awfi (Janeiro de 2009)

 

O "atentado falhado" no dia de Natal durante um voo da Delta Airlines ao chegar a Detroit vindo de Amesterdão foi reivindicado pelo grupo al-Qaeda na Península Arábica (AQAP), até então desconhecido, visto ter sido formado apenas no início de 2009, com a união de alguns elementos terroristas saudidas e iemenitas, muitos deles com ligações directas à al-Qaeda, que, para todos os efeitos, já está em território saudita há vários anos.

 

A BBC News traça um perfil do AQAP, revelando que o  mesmo é encabeçado por um antigo colaborador de Osama bin Laden, e relembra as iniciativas terroristas levadas a cabo pelos operacionais da al-Qaeda na Arábia Saudita desde 2003.