Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Diplomata

Opinião e Análise de Assuntos Políticos e Relações Internacionais

O Diplomata

Opinião e Análise de Assuntos Políticos e Relações Internacionais

O melhor que podia ter acontecido a Silvio Berlusconi

Alexandre Guerra, 13.12.09

 

 

A agressão ao primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, durante um comício político realizado esta tarde em Milão, numa altura em que estava junto do público para os tradicionais cumprimentos, poderá ter sido das melhores coisas que lhe aconteceu em meses. 

 

Apesar dos dois dentes afectados, um deles partido, segundo o primeiro relatório médico, Berlusconi percebeu de imediato o trunfo político que lhe tinha caído nas mãos. Este era o episódio que lhe faltava para compor o cenário que ele próprio tem montado  nos últimos tempos, baseado na discurso da vitimização, no qual políticos de esquerda, juízes e jornalistas são apontados como seus perseguidores. 

 

Hoje, Berlusconi viu materializado um ataque físico à sua pessoa, e de imediato potenciou politicamente a situação a seu favor, ao recusar-se a entrar no carro para se apoiar no chassi do mesmo e demonstrar aos seus apoiantes que estava ali pronto para resistir a tudo e a todos.

 

Este ataque poderá ter ainda um outro efeito, que é o de amolecer, pelo menos por alguns dias, a dura oposição política. Mesmo junto da opinião pública, e perante as imagens captadas, a agressão a Berlusconi irá certamente sensibilizar todos aqueles que normalmente lhe tecem duras críticas. 

 

Este acontecimento poderá vir a revelar-se de grande importância política, uma vez que acontece numa altura em que se fala de eleições antecipadas em Itália, um acto que parece ser do agrado do próprio Berlusconi, porque lhe permitiria legitimar o seu poder e afastar as críticas.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.