Segunda-feira, 3 de Agosto de 2009

Congresso põe fim ao programa dos F-22 e dá vitória política a Barack Obama

 

 

O New York Times dedicou o seu editorial desta Segunda-feira aos caças F-22 "Raptor", já aqui referidos no Diplomata, congratulando-se com o facto da Câmara dos Representantes ter corroborado a decisão do Senado em terminar aquele programa militar.

 

Ojornal nova-iorquino considera que estas decisões do Congresso representam uma importante vitória para o Presidente Barack Obama, que colocou nas suas prioridades uma reorientação dos programas militares do Pentágono.

 

O programa F-22 teve início nos anos 80 numa lógica de Guerra Fria e rapidamente adquiriu contornos milionários, para resultar na construção de 187 aparelhos, os quais ninguém sabe ao certo para que servem.

 

Relembre-se que no ano em que foi adjudicada a sua construção à Lockheed Martin, 1991, a União Soviética implodia. Desde então, que o programa dos F-22 tem servido apenas para gastar dinheiro aos cofres do Pentágono, não tendo servido em qualquer guerra. Cada F-22 custa 140 milhões de dólares.

 

Publicado por Alexandre Guerra às 22:19
link do post | comentar
partilhar

About

Da autoria de Alexandre Guerra, o blogue O Diplomata foi criado em Fevereiro de 2007, mantendo, desde então, uma actividade regular na blogosfera.

Facebook

O Diplomata

Promote Your Page Too

subscrever feeds

Contacto

maladiplomatica@hotmail.com

tags

todas as tags

pesquisa

arquivos