Sexta-feira, 15 de Maio de 2009

Interesses estratégicos sobrepuseram-se ao caso judicial de Roxana Saberi

 

O Diplomataaqui tinha abordado a situação político-diplomática que enquadrava o caso da jornalista america-iraniana Roxana Saberi, detida durante vários meses no Irão  sob acusação de espionagem.

 

Após um julgamento sumário à margem da lei iraniana, condenando-a a oito anos de prisão, Washington criticou de imediato todo o processo. Uma posição que foi ouvida em Teerão, tendo o próprio Presidente Mahmoud Ahmadinejad exortado as autoridades judiciais do seu país a seguirem todos os trâmites legais.

 

Depois de Saberi ter sido libertada no íncio da semana, corroborando aquilo que já tinha sido escrito neste espaço, Saberi deixou o Irão com uma relativa facilidade, viajando para a Áustria antes de ir para os Estados Unidos.

 

Este desfecho, impensável há uns meses com a administração de George W. Bush, demonstra claramente que os interesses estratégicos de aproximação em curso entre Washington e Teerão sobrepuseram-se ao caso judicial de Saberi.

  

Publicado por Alexandre Guerra às 10:04
link do post
partilhar
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

About

Da autoria de Alexandre Guerra, o blogue O Diplomata foi criado em Fevereiro de 2007, mantendo, desde então, uma actividade regular na blogosfera.

Facebook

O Diplomata

Promote Your Page Too

subscrever feeds

Contacto

maladiplomatica@hotmail.com

tags

todas as tags

pesquisa

arquivos