Segunda-feira, 21 de Novembro de 2016

Tal Afar, o tabuleiro onde Teerão e Ancara jogam os seus interesses

 

download.jpg

Members of the Shi'ite Badr Organisation fighters ride in a military vehicle during a battle with Islamic State militants at the airport of Tal Afar west of Mosul, Iraq, November 20, 2016. REUTERS/Khalid al Mousily

 

Os combates pela reconquista da cidade de Mossul ao Estado Islâmico (EI) já se prolongam há mais de um mês, mas é um pouco mais a oeste, mais concretamente a 60 quilómetros, que se jogam os interesses geoestratégicos da Turquia e do Irão. A cidade de Tal Afar, que entretanto já foi libertada do EI, é um importante ponto nevrálgico junto à fronteira da Turquia e da Síria e que neste momento está nas mãos da movimento Badr e das Unidades de Mobilização Popular (PMU), o que é o mesmo que dizer sob o controlo do regime de Teerão. O problema é que aquela cidade é composta por uma população maioritariamente de etnia turquemena, com ligações históricas à Turquia, o que já levou o Presidente Recep Tayyip Erdogan a avisar as forças xiitas das PMU para não cometerem quaisquer violações contra os cidadãos de Tal Afar. Na resposta, Haidi al-Amiri, líder das PMU, avisou Ancara que se optar por uma reacção militar, aquela cidade será o "cemitério" dos soldados turcos.

 

Ao contrário de Mossul, que depois de libertada ficará, à partida, sob o controlo curdo, Tal Afar já neste momento sob influência iraniana, algo que se revela da maior importância estratégica para o Irão, porque lhe permite ter uma base em território iraquiano para as incursões na Síria. Por outro lado, a Turquia, que tem visto nesta guerra contra o EI uma oportunidade de combater os curdos e ao mesmo tempo acalentar a reconstrução do sonho Otomano em territórios iraquiano e sírio, vê-se na iminência de perder para o "inimigo" a cidade de Tal Afar.

 

Para mais informação sobre este assunto, vale a pena ler take da Reuters e esta análise do al-Monitor.

 

tags:
Publicado por Alexandre Guerra às 14:51
link do post | comentar
partilhar
1 comentário:
De O SÁTIRO a 30 de Novembro de 2016 às 21:18
Bem visto.
Só demonstra os ERROS CRASSOS da administração OBAMA....( OBAMA e HILLARY..) em relação aos CARNICEIROS DO ESTADO ISLÂMICO...
E se se provar que OBAMA...HILARY....SOROS...CLINTON FOUDATION...financiaram os CARNICEIROS...só resta uma solução..

TRIBUNAL PENAL INTERNACIONAL..

Comentar post

About

O Diplomata é um blogue individual e foi criado em Fevereiro de 2007, mantendo, desde então, uma actividade regular na blogosfera.

Facebook

O Diplomata

Promote Your Page Too

Rubricas

Momentos com história; Leituras; Registos; Pontos de interesse; O despacho...; Apontamentos históricos; Dispatches from...

subscrever feeds

Contacto

maladiplomatica@hotmail.com

tags

todas as tags

pesquisa

arquivos