Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2016

Tribunal Supremo sutura a "mais grave ferida do capitalismo em Espanha"

 

Em Portugal, tivemos o BPP, o BPN, o BES, o BANIF, casos que demonstraram a falência das instituições reguladoras, nomeadamente do Banco de Portugal e da CMVM. Em Espanha, o caso do Bankia representou igualmente um rude golpe na credibilidade da Comisión Nacional del Mercado de Valores (CNMV) e do Banco de España. Além disso, estes exemplos revelaram uma desastrosa e nefasta intervenção do poder político, no entanto, parece haver agora uma grande diferença entre os dois países: a justiça espanhola pronunciou-se de forma dura e inequívoca em defesa dos accionistas que foram levados ao engano a subscreverem acções daquela instituição (by the way, há aqui muitas semelhanças com o que aconteceu com o último aumento de capital do BES. Conhece-se alguma decisão judicial???)

 

É precisamente sobre essa decisão histórica em Espanha que fala o editorial de hoje do El Mundo, La condena a Bankia prueba el fracasso de las instituciones. Também no El País, no artigo de opinião, Fumata blanca para los accionistas de Bankia, pode ler-se o seguinte: "El Tribunal Supremo acaba de tomar una decisión histórica que cierra —aplicando puntos de sutura que dejaran una marcada cicatriz— la más grave herida contemporánea del capitalismo en España."  

 

Publicado por Alexandre Guerra às 15:53
link do post | comentar
partilhar

About

O Diplomata é um blogue individual e foi criado em Fevereiro de 2007, mantendo, desde então, uma actividade regular na blogosfera.

Facebook

O Diplomata

Promote Your Page Too

Rubricas

Momentos com história; Leituras; Registos; Pontos de interesse; O despacho...; Apontamentos históricos; Dispatches from...

subscrever feeds

Contacto

maladiplomatica@hotmail.com

tags

todas as tags

pesquisa

arquivos