Quinta-feira, 2 de Março de 2017

Ensinamentos políticos

 

Para lá das questões espirituais, alguns episódios bíblicos, seja no Antigo como no Novo Testamento, têm ensinamentos políticos que merecem reflexão e estudo. Um deles tem a ver com o conceito de Justiça, não aquela dos tribunais, mas a da Divina Providência. Não é aquela justiça que separa o legal do ilegal, é aquela justiça que separa o bem do mal, o justo do injusto. A justiça bíblica, de uma forma até algo teatral, hiperbólica e sangrenta,acaba sempre por castigar sem piedade os ímpios. E muitos deles são aqueles homens e mulheres que, de forma mesquinha e perversa, se mexem e conspiram nos meandros políticos da altura. Figuras como Jezabel, Salomé, Judas ou Pilatos, apenas para citar algumas, traíram aliados e trataram o próximo sem qualquer respeito ou consideração. O seu fim estava traçado. É claro que estamos perante meras imagens ou conceitos abstractos de justiça poética, mas o que nos demonstram é que a Divina Providência pode tardar, mas nunca falha.

 

tags:
Publicado por Alexandre Guerra às 12:38
link do post | comentar
partilhar

About

O Diplomata é um blogue individual e foi criado em Fevereiro de 2007, mantendo, desde então, uma actividade regular na blogosfera.

Facebook

O Diplomata

Promote Your Page Too

Rubricas

Momentos com história; Leituras; Registos; Pontos de interesse; O despacho...; Apontamentos históricos; Dispatches from...

subscrever feeds

Contacto

maladiplomatica@hotmail.com

tags

todas as tags

pesquisa

arquivos