Quinta-feira, 12 de Setembro de 2013

Oxfam alerta para o aumento das desigualdades na Europa

 

Muito a propósito do texto que o Diplomata aqui ontem escreveu, a Oxfam divulgou esta Quinta-feira um relatório em que alerta para o aumento das desigualdades em alguns países europeus, provocado pelas medidas de austeridade em curso. Portugal, Grécia, Irlanda, Itália e o Reino Unido podem rapidamente ser os países mais desiguais da Europa, caso as políticas não sejam alteradas.

 

O relatório "A Cautionary Tale: The true cost of austerity and inequality in Europe" refere ainda que as actuais políticas de austeridade podem colocar em risco de pobreza mais 15 a 25 milhões de cidadãos europeus em 2025. Segundo este estudo, só os 10 por cento dos europeus mais ricos estão a beneficiar com as medidas de austeridade. 

 

Publicado por Alexandre Guerra às 11:36
link do post | comentar
partilhar
1 comentário:
De Fel ou clarividência matinal? a 13 de Setembro de 2013 às 07:39
Praticamente vivo prisioneiro em casa, ( a visão e a proximidade dos portugueses repugna-me, vivendo perto de Espanha também me repugnam os espanhóis ), tenho um jardim de 2 hectares pelo que tenho sempre que fazer - quero ver 80% dos dois povos a mendigar água pelas ruas de Bucareste - preconceituosos, desonestos, arrogantes com os fracos e servis com os poderosos, dados à exibição primária de sinais de riqueza, mesquinhos e sem visão nem grandeza. Têm, junto com os italianos aquilo que merecem. O que está em cima é igual ao que está em baixo. Incapazes da mínima grandeza de alma ou de um sobressalto de civismo regressam agora à casa partida da infâmia moral e económica de onde apenas sairam por mor da UE e não por força da sua qualidade. Pior que estes 2 só mesmo o resto do mundo - Poucas pessoas merecem a liberdade. A maioria das pessoas, a minha aposta é de 80%, merece regimes totatitários e uma vida de servidão pois que na posse do poder seriam muitíssimo pior que os seus carrascos e isto é particularmente verdade na latinidade em geral e na Ibéria em particular. Bem acompanhados por latino americanos, árabes e africanos em geral mais os asiáticos e certamente os russos, diga-se em abono da verdade. Daí que, aquela teoria da conspiração de que uma elite pretenderá dominar o mundo e reduzir drásticamente a população pela introdução de epidemias das quais terão antídoto, faz todo o sentido.
Certos dias (falta-me a nicotina) são estes os meus pensamentos secretos. Sofrendo de depressão (*) matinal apenas daqui por umas horas estarei cheio de compaixão pela (vil) humanidade sofredora.
(*) Há uma teoria que defende que os depressivos têm uma visão mais aguda da realidade. Por isso são depressivos - os não depressivos, levantam-se olham o sol raiando e exclamam - que lindo dia!
Os depressivos em Portugal levam logo com a cara de frete do comerciante da esquina que parece que está fazendo o favor de vender a porcaria do galão e do bolo de arroz mais a porcaria das carcaças que parecem papel insuflado.

Comentar post

About

O Diplomata é um blogue individual e foi criado em Fevereiro de 2007, mantendo, desde então, uma actividade regular na blogosfera.

Facebook

O Diplomata

Promote Your Page Too

Rubricas

Momentos com história; Leituras; Registos; Pontos de interesse; O despacho...; Apontamentos históricos; Dispatches from...

subscrever feeds

Contacto

maladiplomatica@hotmail.com

tags

todas as tags

pesquisa

arquivos