Sexta-feira, 16 de Agosto de 2013

Se o Diplomata fosse dado a teorias da conspiração...

 

Avião U-2 na pista de aterragem na Área 51. (Photo credit: CIA)


 

O mundo ficou agora a saber que a misteriosa Área 51 foi um local adquirido pelo Governo americano em 1955 para se desenvolver o ultra-secreto projecto do avião de espionagem U-2. O documento da CIA de 355 páginas agora desclassificado e divulgado pelo National Security Archive vem reconhecer concretamente a existência daquele espaço, embora desde há vários anos que o Governo admitia vagamente efectuar testes no "deserto do Nevada".

 

Para alguns especialistas que há anos se dedicam a este assunto, a informação agora revelada não os apanhou de surpresa, porque já em 1992 este estudo circulava em canais secretos, sendo em 1998 publicada uma versão muito editada e resumida. 

 

Finalmente, a versão total do documento foi desclassificado esta Quinta-feira e é muito interessante por contar toda a história de como os responsáveis do U-2 descobriram aquele local, considerando-o ideal para desenvolver um projecto que devia estar longe dos olhares do público e de eventuais espiões soviéticos. Foi logo no ano de 1955 que se iniciaram os primeiros voos de teste do U-2, coincidindo, naturalmente, com os primeiros "avistamentos" de OVNI's. A parti daí começou a construir-se aquilo que a Foreign Policy considera um dos "grandes mistérios" da América.

 

Estando o mistério aparentemente dissipado, o Diplomata, em jeito de teoria da conspiração, não pode deixar de se questionar sobre o timing da divulgação deste relatório. É certo que o mesmo foi divulgado ao abrigo do Freedom of Information Act, em resposta a um pedido feito em 2005, mas porquê só agora? Mais de vinte anos após o fim da Guerra Fria e dos "segredos" em torno do U-2.


Por que razão esperou o Governo americano tanto tempo para desmistificar, de uma vez por todas, as teorias da conspiração em redor da Área 51, quando há muito já podia ter esclarecido a opinião pública americana sobre este assunto? Sobretudo, se se tiver em consideração que se está a falar de um desenvolvimento de um avião que, embora importante na conjuntura de Guerra Fria (tal como outros projectos), não justifica o secretismo prolongado na história americana. 

 

Se o Diplomata fosse dado a teorias da conspiração, diria que o Governo americano divulgou agora este relatório completo para criar uma cortina de fumo de modo a saciar a curiosidade sobre a Área 51. Talvez, quem sabe, para travar alguns espíritos mais curiosos que tenham persistido em fazer perguntas sobre OVNI's e "homenzinhos verdes".

 

tags: ,
Publicado por Alexandre Guerra às 22:08
link do post | comentar
partilhar
1 comentário:
De Margarida a 24 de Agosto de 2013 às 23:40
Mas o Diplomata não é dado a teorias da conspiração...

Comentar post

About

O Diplomata é um blogue individual e foi criado em Fevereiro de 2007, mantendo, desde então, uma actividade regular na blogosfera.

Facebook

O Diplomata

Promote Your Page Too

Rubricas

Momentos com história; Leituras; Registos; Pontos de interesse; O despacho...; Apontamentos históricos; Dispatches from...

subscrever feeds

Contacto

maladiplomatica@hotmail.com

tags

todas as tags

pesquisa

arquivos