Sábado, 6 de Abril de 2013

Não há nada como a primeira vez

 

Kamran Wazir/Reuters


Diz o New York Times que Nek Muhammad (centro da fotografia), um chefe militar pashtun, terá sido a primeira vítima mortal de um ataque feito pela CIA através de drones no Paquistão, neste caso em concreto de um Predator. Foi na região tribal paquistanesa do Waziristão Sul, em Julho de 2004.

 

Esta operação só foi possível depois de um acordo secreto entre a CIA e o Governo paquistanês. Por um lado, Washington comprometia-se a eliminar Nek Muhammad, considerado um inimigo para o Estado do Paquistão. Em troca Islamabad concedia liberdade aos Estados Unidos para utilizarem o seu espaço áreo para outras operações com drones.

 

Publicado por Alexandre Guerra às 20:00
link do post | comentar
partilhar

About

O Diplomata é um blogue individual e foi criado em Fevereiro de 2007, mantendo, desde então, uma actividade regular na blogosfera.

Facebook

O Diplomata

Promote Your Page Too

Rubricas

Momentos com história; Leituras; Registos; Pontos de interesse; O despacho...; Apontamentos históricos; Dispatches from...

subscrever feeds

Contacto

maladiplomatica@hotmail.com

tags

todas as tags

pesquisa

arquivos