Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2013

Um aviso de Washington para ser levado a sério por Londres

 

Perante os intentos "revisionistas" do primeiro-ministro britânico, David Cameron, aos moldes da relação com a União Europeia, Washington já avisou Londres para ter calma no caminho que pretende seguir em termos de política externa.

 

Os Estados Unidos valorizam o facto do Reino Unido estar devidamente integrado no projecto europeu, vendo aqui uma mais valia na "relação especial" entre os dois países. Por isso, Philip Gordon, secretário adjunto do Departamento de Estado para os Assuntos Europeus, deixou bem claro que qualquer medida unilateral tomada por Londres que coloque em causa a sua integração na União Europeia poderá ter consequências negativas na "relação especial" com os Estados Unidos.

 

O alerta de Philip Gordon, que o autor destas linhas entrevistou há uns anos durante uma conferência na Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa, deve ser levado muito a sério por Cameron. Convém não esquecer que o processo de integração europeia, orientado por um ideal político de conciliação, foi em grande parte promovido e apoiado pelos Estados Unidos, com o objectivo da criação um espaço transatlântico harmonioso assente em valores comuns.

 

Washington receia agora que Londres comece a desconstruir os alicerces de um projecto que tem sido solidificado ao longo das últimas décadas e que, com todos os seus defeitos, tem proporcionado estabilidade no eixo transatlântico.

 

Publicado por Alexandre Guerra às 15:25
link do post | comentar
partilhar

About

O Diplomata é um blogue individual e foi criado em Fevereiro de 2007, mantendo, desde então, uma actividade regular na blogosfera.

Facebook

O Diplomata

Promote Your Page Too

Rubricas

Momentos com história; Leituras; Registos; Pontos de interesse; O despacho...; Apontamentos históricos; Dispatches from...

subscrever feeds

Contacto

maladiplomatica@hotmail.com

tags

todas as tags

pesquisa

arquivos